Os problemas da fertilidade, que preocupam a maioria das mulheres, também causam receio em muitos homens que têm o sonho de ser pai. Um dos problemas de subfertilidade masculina que mais preocupa os homens é a azoospermia, que é ausência de espermatozoides no sêmen.

A azoospermia deve ser detectada através de exames de laboratório, o espermograma. O diagnóstico correto é muito importante, uma vez que quase 30% dos homens ditos com azoospermia na verdade não são azoospérmicos. O que pode acontecer é que algumas vezes os espermatozoides somente aparecem no exame após centrifugação do sêmen. Outra possibilidade é a de homens que precisam fazer mais de uma coleta, pois há casos em que o espermatozoide está presente em apenas uma delas. Portanto, o diagnóstico só pode ser dado se após dois ou mais espermogramas não for detectado a presença de espermatozoides, mesmo com a centrifugação da amostra.

Causas da Azoospermia

Vários fatores podem ser responsáveis pela origem da azoospermia, dentre eles estão problemas endócrinos ou estruturais, doenças como infecções, maus hábitos de vida, entre outras. Em muitos casos ainda, a azoospermia pode ser idiopática (sem causa conhecida). Conheça as principais causas da azoospermia abaixo:

• Problemas endócrinos (hormonais) – Desregulação dos hormônios, aumento na produção de prolactina;

• Problemas estruturais – Obstrução dos canais deferentes (tubos que transportam o esperma);

• Anomalia cromossômica (Síndrome de Klinefelter);

Varicocele – Pode ser responsável pela diminuição de oxigênio e aumento da temperatura nos testículos, o que causa a diminuição da produção de espermatozoides;

• Reações autoimunes (presença de anticorpos anti-espermatozoide);

• Traumas com origem em pancadas ou acidentes;

• Infecções como: uretrite, epididimite, prostatite e a inflamação no escroto ou no testículo, sejam elas causadas por vírus ou por bactérias;

• Problemas hepáticos, insuficiência renal, anemia falciforme, doença celíaca;

• Alguns medicamentos que contêm cimetidina, cetoconazol ou antidepressivos;

• Os tratamentos por quimioterapia e radioterapia, que podem causar interrupção na formação e maturação dos espermatozoides;

• Agressões ambientais (poluição) e a exposição diária a metais pesados (chumbo, cádmio ou arsênico);

• Os maus hábitos e o excesso de substâncias como o tabaco, o álcool e drogas, uso de anabolizantes.

Como vimos, vários são os fatores relevantes para a fertilidade do homem e sempre vale a orientação de manter hábitos de vida saudáveis, com dieta adequada e atividades físicas regulares. Cada caso deve ser avaliado detalhadamente pelo Urologista para tentar descobrir a causa da azoospermia.

Portanto, jovens e futuros pais, nada de medo e de perder a esperança. Com os avanços da medicina reprodutiva, até mesmo problemas como a azoospermia podem ser tratados de maneira a propiciar gravidez ao casal. Por vezes este tratamento será a Fertilização in-vitro (FIV) com Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoide (ICSI), sendo os espermatozoides captados diretamente dos testículos por meio de cirurgia.

Qualquer dúvida procure um profissional especializado, e se for necessário ele indicará o melhor tratamento para o seu caso. Até o próximo post!!

16 Comentários para “Você sabe o que é azoospermia?”

  1. Grayce disse:

    Boa tarde! Dr. Fábio tenho 28 anos e meu marido 36anos,somos casados há 4 anos e há 1 ano e meio venho tentando engravidar.meu marido foi ao urologista para saber a causa dessa demora, foi solicitado alguns exames.foi nos orientado q ele teria q ficar em abstinência por 2 a 5 dias , no dia da coleta ele estava no início de uma virose não dei nenhum medicamento antes da coleta,porém quando foi no mesmo dia a noite ele estava com febre de 39.Enfim recebemos o resultado do exame e deu ausência de espermatozoides após centrifugação.E testosterona total 151ng/dL,prolactina 2,53ng/mL,FSH 4,1mUI/ml,LH 4,6mUI/ml,SHBG 15,0 nmol/L , TSH 0,523 , T4 livre 1,08 e cultura de esperma negativo.Gostaria de saber se não podemos engravidar?Agradecendo desde já!

  2. fabioeugenio disse:

    Oi Grayce,

    O ideal é repetir este espermograma para confirmação.

    Se confirmar azoospermia, é necessária avaliação masculina detalhada por um urologista.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  3. Grayce disse:

    Dr. Fábio sou de Fortaleza gostaria q vc me recomendasse um laboratório para ser colhido esse novo espermograma,ah e já marquei uma consulta com o urologista e na sua clínica com vc!!!OBrigado pela atenção!!!

  4. fabioeugenio disse:

    Oi Grayce,

    Te indico o Labpasteur e o Lab. Unimed

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  5. Raul Nilo disse:

    Olá doutor. Meu nome é Raul e descobri há 2 anos q tenho azoospermia. No ultimo espermograma apareceram leucócitos abundantes. Eles podem ser a causa da azoosoermia? Em 2012 fiz um espermograma e apareceram leucócitos raros, e eu ainda tinha espermatozóides, mesmo q ainda abaixo do normal. Desde já agradeço.

  6. Márcia Ribeiro Martins da Silva disse:

    Boa tarde Dr. Fábio,

    O meu marido fez vasectomia no dia 21/01/2014, e fez um espermograma no dia 28/04/2014. O resultado deu Azoospermia. Posso confiar nesse resultado e parar de tomar meu anticoncepcional?

    Obrigada, um abraço.

    Att.

    Márcia Ribeiro Martins da Silva

  7. fabioeugenio disse:

    Oi Raul,

    Provavelmente estes leucócitos em excesso não são a causa da azoospermia. Mas devem ser tratados (por um urologista), e depois de algum tempo repita o espermograma.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  8. fabioeugenio disse:

    Oi Márcia,

    O resultado mostra que a vasectomia foi efetiva!!

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  9. Jair Dos Santos Guerreiro disse:

    Boa noite Dr. Fábio Eugénio.
    Tinha varicocele, fiz uma cirurgia, após a mesma fiz um espermograma e o resultado foi ótimo, com 100% de espermatozoides vivos. passados seis meses tornei a fazer outro exame e o resultado Asoospermia, com muitos leucócitos. Gostaria da sua opinião.
    Um abraço de Angola

  10. fabioeugenio disse:

    Oi Jair,

    Muito estranho uma queda tão brusca. Melhor repetir novamente o exame e conversar com seu urologista.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  11. William Costa disse:

    Dr., fiz um espermograma em um laboratório comum de 36 milhões de espermatozoides , depois fiz um exame em num laboratório especializado em reprodução humana , deu azoospermia .

  12. fabioeugenio disse:

    Oi William,

    Muito estranho resultados tão díspares!

    Melhor repetir mais uma vez em um laboratório conceituado.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  13. Milena disse:

    Olá Dr. Fábio!
    Meu marido fez um espermograma, zero espermatozóides, ficamos muito tristes.
    Gostaria de saber se tem possibilidade de uma FIV.
    Meu marido vai procurar um urologista.

  14. Moises disse:

    Doutor, eu tenho 28 anos, e faço reposição hormonal há mais ou menos 10 anos, foi constatado a síndrome de Kalman, eu tomo regularmente de 15 em 15 dias deposteron. A uns 3 anos há trás fiz 2 espermogramas e não foi constatado a presença de espermatozoide, aparentemente fiquei triste, deprimido, mas não perdi as esperanças. Eu gostaria de saber se com o uso do deposteron, há possibilidade de aparecimento de espermatozoide? e quem sabe ser pai.
    Obrigado!

  15. fabioeugenio disse:

    Oi Milena,

    O primeiro passo é realmente investigar com um urologista.

    E pode ser necessária a FIV com micro-TESE (captura de espermatozoides dos testículos).

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  16. fabioeugenio disse:

    Oi Moises,

    Pode haver indução da produção de espermatozoides com uso de gonadotrofinas (HCG e FSH). A testosterona trata a falta hormonal mas não induz aparecimento de espermatozoides.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

Deixe uma resposta

Mensagem